Dicas de Acasalamento e Gestação

Quando pensamos em reproduzir nosso Pastor Alemão, devemos saber algumas noções básicas sobre criação e acasalamento.

A cadela apresenta o seu ciclo fértil com intervalos de seis meses em mfédia, com o primeiro cio normalmente ocorrendo entre seis e nove meses.  Este intervalo é considerado ainda normal se o primeiro cio ocorrer entre nove e dezoito meses. Essa variação pode ocorrer conforme o ambiente, a nutrição e o desenvolvimento de cada animal.

Não é recomendado utilizar a cadela para reprodução antes do terceiro cio, devido o animal estar em fase de desenvolvimento, não estando pronto para gerar os filhotes e conseguir manter o seu desenvolvimento normal.

A fase apta para reprodução do ciclo estral da cadela se inicia com o primeiro dia de sangramento vaginal, o que significa que o útero da cadela esta sendo preparado para receber uma possível prenhez. Esse dia deve ser marcado com,o o primeiro dia do cio.

Após cinco a sete dias, a cadela para de ter o sangramento e sua vulva começa a aumentar de volume, ficando com a mucosa mais avermelhada. Nessa época a fêmea ainda não aceita a cobertura do macho, mas tem a tendência de subir em outras fêmeas, em um sinal de evolução do ciclo estral. 

A fêmea esta apta para ser acasalada entre o 11° e o 13° dia após o primeiro dia do cio, sendo ideal que se façam duas coberturas durante esse período. Este dia ideal varia entre raças, sendo essa a data ideal nos Pastores Alemães.  Alguns animais podem apresentar variação deste intervalo, sendo recomendado a realização de exames laboratoriais para a confirmação exata da data ideal para o acasalamento de cada animal.

Alguns animais podem não apresentar o sangramento inicial, que demarca o início do cio. Esses animais apresentam um cio seco, sendo mais difícil ter uma precisão quanto ao intervalo ideal pelo dia do sangramento. Nesses casos recomendamos monitorar a fêmea com exames laboratoriais para a determinação do período fértil da fêmea. 

Normalmente devemos levar a fêmea até a casa do macho, isso devido a algumas fêmeas, por defesa do território, não aceitarem o macho, mesmo nos dias ideais do cio.  Em contrapartida, alguns machos não se sentem seguros fora de seu território para realizar o acasalamento.

Sempre devemos realizar uma “cobertura assistida”, onde o macho e a fêmea são posicionados e auxiliados, quando necessário, para que a cobertura seja realizada da melhor forma possível. Isso evita o desgaste desnecessário dos animais, além de evitar brigas entre os cães quando a fêmea não aceita o macho, por exemplo.  Para realizar a “cobertura assistida”, deve ser procurado um Médico Veterinário para realizá-la, a fim de realizar o procedimento de forma correta, preservando os animais, além de garantir uma cobertura ideal.

O período gestacional das cadelas varia de 58 a 63 dias. Recomendamos a realização de uma ultra-sonografia ou radiografia para a confirmação da prenhez. No caso da ultra-sonografia, podemos avaliar a condição dos fetos, estimar a quantidade e ver o posicionamento, quando o exame for realizado próximo a data programada do parto. Na radiografia, temos o número exato de filhotes, o posicionamento, porém não pode ser avaliada a condição fetal. 

Durante a gestação é importante que a fêmea mantenha uma rotina normal de exercícios, evitando um ganho de peso em excesso.  A ração adulta deve ser mantida na mesma quantidade até os 30 dias de prenhez, devendo ser alterada para ração de filhotes ou ração de lactação após os 30 dias de gestação. Essa ração deve ser mantida até o desmame. Isso evita que a fêmea perca nutrientes em excesso para o leite, entrando em um quadro de hipoglicemia ou hipovitaminose  grave.

Tire suas dúvidas sobre cães entrando em contato conosco através do nosso e-mail, na seção “Fale Conosco” ou deixando suas dúvidas no nosso Fórum. Teremos o maior prazer em responder as suas questões.